Feirão da Tarja Editorial

Para quem ainda não sabe, a Tarja Editorial anunciou em novembro que está saindo do mercado. Através dela, foram publicados  no decorrer de quase oito anos obras como os nacionais Os Dias da Peste (Fábio Fernandes), Cyber Brasiliana (Richard Diegues) e Reino das Névoas (Camila Fernandes), o estrangeiro Rei Rato (China Miéville), as coleções Paradigmas e Fantástica Queer, além da antologia Retrofuturismo, que contou com minha participação.

 
tarjarip

Nesta sexta-feira 13/12, a editora prepara um feirão de livros para encerrar suas atividades, prometendo livros com desconto de até 90% . O evento começa às 18:30 horas na Rua Joaquim Távora, 1.327, Vila Mariana, São Paulo/SP. Será a chance de adquirir ótimas publicações e também se despedir dessa editora que faz parte da história da literatura fantástica brasileira.

Anúncios

Lançamento de Retrofuturismo

A Tarja Editorial anunciou o lançamento da antologia Retrofuturismo – Um compêndio do Comendador Romeu Martins sobre as variantes do punk e suas associações inimagináveis. Marque na agenda:

retrofuturismo

Organizado por Romeu Martins, o livro reúne contos em que diversos tipos de tecnologia surgem de modo retroativo na história. Quando fui convidado para participar do projeto, e com oportunidade de escolher um dos gêneros punk, decidi pelo atomicpunk. A escolha se deveu ao meu interesse pelo cenário do pós-guerra nos Estados Unidos,  o fascínio pela energia atômica, a Guerra Fria travada com a URSS e a corrida espacial entre as duas potências mundiais. Mais do que isso, era a oportunidade de contar uma história policial com um certo tom noir, com seus “heróis” cheios de defeitos e tramas fatalistas.

Assim, A morte nos espreita do espaço enquanto aguardamos o apocalipse nuclear tem como pano de fundo o início dos anos de 1960 – mais precisamente a Crise dos Mísseis que, no nosso mundo, por pouco não levou a uma nova guerra mundial. Já o título longo se refere às machetes sensacionalistas das men’s adventures magazines, revistas populares que traziam contos cheios de ação em cenários exóticos, além de ensaios sensuais com mulheres. Direcionadas ao público masculino, foram o elo entre os pulps do período entreguerra e as revistas adultas como Playboy. As capas chamativas eram uma atração à parte.

Segue um trecho do conto:

***

De pé e no centro do porão, Harry Weeks observava dezenas de beldades seminuas – loiras, morenas, ruivas e orientais, a maior parte vestindo maiôs, biquínis, lingerie ou roupas rasgadas que escondiam o mínimo das partes pudendas. Eram mulheres presas por correntes ou cordas, algumas amordaçadas, outras gritando, submetidas a todo tipo de maltrato por parte de seus brutais agressores – fossem eles soldados soviéticos, nazistas, chineses, mercadores árabes de escravas, piratas ou índios -, enquanto aguardavam que homens caucasianos e de músculos à mostra viessem salvá-las.

 True Men, Stag, Man’s Conquest, Real Adventures: estes eram os títulos daquelas revistas masculinas de aventuras, herdeiras dos pulps dos anos 30, cujas chamativas capas ilustradas com mulheres em perigo cobriam as quatro paredes do porão. As histórias de sujeitos viris enfrentando diversos perigos ao redor do mundo entulhavam as bancas com tramas das mais variadas: desde incursões exóticas nas selvas (“Confrontei os canibais famintos na Ilha da Morte!”, dizia a manchete de uma) até aventuras sensuais no alto-mar (“Ataque das piratas selvagens!”), passando por histórias da Segunda Guerra Mundial (“O dia em que invadimos o palácio de Hiroíto!”). Com uma olhada rápida, Harry verificou que as centenas de capas datavam de 1950 até uma edição mais recente com Julho de 61 estampada nela. Pelo visto, seu amigo Walt era dono de uma extensa coleção.

– Ele está obcecado. –  disse a esposa do homem que salvou Harry em Hiroshima.

***

Espero vê-los no dia 7!

Novos ebooks e contos em antologias

Na correria do dia a dia, nem tive tempo de anunciar aqui as boas notícias:

1) A Tarja anunciou a publicação de duas antologias com temas bem interessantes, ambas contando com minha participação. A primeira é Retrofuturismo – Um compêndio do Comendador Romeu Martins sobre as variantes do punk e suas associações inimagináveis. Como o gigantesco subtítulo sugere 🙂 , o livro organizado pelo jornalista Romeu Martins – um dos principais nomes do steampunk no Brasil – reúne contos em que diversos tipos de tecnologia surgem de modo retroativo na história. Assim, minha história atomicpunk A morte nos espreita do espaço, enquanto aguardamos o apocalipse nuclear se passa nos anos 1960, mostrando os traumas de um veterano de guerra em um cenário no qual a tecnologia atômica tem uma importância crucial, modificando profundamente o mundo.

tarja

A segunda antologia é Dark Policial – Divisão de Casos Sobrenaturais, organizada por Bruno Anselmi Matangrano e Débora Gimenes. Com uma premissa que mistura crime com sobrenatural, a obra traz onze contos, incluindo o meu O que acontece em BOTtown, uma trama com um investigador particular tentando descobrir o paradeiro de uma mulher, sendo a diferença aqui o cenário escolhido: o planeta Marte, em algum ponto no futuro. O projeto conta com um blog que vale a pena acompanhar.

Em breve, a editora divulgará as datas de lançamento.

2) Já a Draco publicou duas histórias minhas em ebooks pelo Contos do Dragão. Inferno de Dantès é a noveleta que faz parte da antologia Space Opera 2, com a trama de um soldado convocado para uma missão importante em um planeta inóspito. Essa história – que foi bem recebida pelo público –  é a primeira de uma série que forma, junto com outras duas (Encruzilhada no Paraíso e a ainda inédita Caminho para o purgatório), a introdução para um futuro projeto de space opera. A noveleta está disponível na Amazon e na Kobo, através da Livraria Cultura.

draco

Por último, temos Das reminiscências do Dr. Ormond Sacker, clínico geral, a história que integra Sherlock Holmes – Aventuras Secretas, antologia que homenageia o maior detetive de todos os tempos. John Watson foi assassinado e cabe a Sherlock Holmes e ao Dr. Ormond Sacker, o médico com quem divide o apartamento no número 221B da Rua Baker, investigarem o crime brutal. Também está disponível tanto na Amazon quanto na Kobo (ou pela Livraria Cultura).

Por enquanto, é só. Mas, se tudo ocorrer como planejado, logo devo ter mais novidades.